16 de outubro de 2006

As novidades

Quinta feira passada percebi que o meu Pai não estava nada bem. Sexta feira de tarde fui para o hospital na tentativa de falar com o médico e lhe pedir satisfações, uma vez que em 8 dias não vi melhoras nenhumas no meu Pai. O médico estava nas urgências e havia alguma impossibilidade de falar com ele. Falei com o Director do hospital, pessoa que me tem ajudado imenso com esta situação do meu Pai, e que não me canso de lhe agradecer, o qual me pediu para aguardar até ver o que se estava a passar. Eram 14,15 quando falei com ele e ás 15,00 fiquei a saber que iam operar novamente o meu Pai, uma vez que o ttt que lhe deram não havia resultado. Daqui tirei uma conclusão: infelizmente pareceu-me que foi preciso alguém superior se mexer para as coisas passarem a ter outro sentido. Eram 19h quando o meu Pai entrou para o bloco. A operação correu bem apesar de se queixar com dores nas costas. Nada que com a medicação não passasse e sábado já não tinha dores. Fiquei aliviada. Estava cansada de ver o meu Pai a sofrer, sem lhe poder valer. Creio que ainda hoje passará para a enfermaria. Vamos lá ver.
Foram 8 dias que não desejo a ninguém, a possibilidade de o meu Pai não resistir, matava-me por dentro, andei de luto. Agarrei-me com todas as minhas forças a tudo que me podia ajudar, forças que vinham sei lá de onde, mas que me conseguiram manter firme e sempre com a esperança que o meu Pai iria melhorar. Tanto que ele sofreu...
Hoje caimos, amanhã levantamo-nos e a vida é mesmo assim. Dá-nos cada susto, que até nos sufoca, amigas.
A todas que me deixaram uma palavra amiga desejo tudo de bom.

4 comentários:

Norita disse...

Espero que agora fique bom. As melhoras. Beijinhos grandes

kitty disse...

Tenho andado um pouco ausente...
Desejo que desta vez as coisas corram melhor e ele recupere!
:)
Boa semana
Beijinho

cris disse...

Ainda bem que o teu pai já se sente melhor e que as coisas começam a caminhar no sentido certo. Desjo sinceramente que todo este pesadelo termine. As melhoras.
beijos

Nina disse...

Que agora recupere rápido, minha querida!
Beijinhos