12 de janeiro de 2007

O temível Cancro



Como não podia ficar indiferente a esta causa, aqui fica o meu contributo.

Ontem foi um dia triste, fui ao funeral de uma amiga, que foi vítima de cancro.

Infelizmente, cada vez mais, esta palavra negra ecoa no meu cérebro como a epidemia deste século. Cada vez mais se morre precocemente.

Mas de uma coisa podem ter certeza, até fiquei feliz por um lado, acabou o sofrimento dela, ninguém merecia.

Espero que seja mais um anjinho a velar por nós.

Desejo-vos um fantástico fim de semana. Ahh, e não esqueçam que têm obrigação de ser felizes e não esqueçam de viver cada dia como se fosse o último.

Beijões

10 comentários:

kitty disse...

Infelizmente é verdade...
:(
Bom fim de semana
Beijinho

Isália disse...

infelizmente, tenho na minha familia dois casos de cancro, o meu pai(nos intestinos)e a minha avó (no peito). Graças a deus posso dizer que mãe e filho são uns lutadores...A minha avó há 4 anos e o meu pai fez um em novembro. Continuam a fazer exames regulares, mas conseguiram superar, eu acho que nestes casos, se for diagnosticado a tempo, o apoio da família é fundamental.è certo que também conheço muito gente que já morreu com estas doenças, mas graças a deus posso dizer que ELE olha pela minha família...

Mary disse...

O limite entre a cura e a morte ainda é muito estreito para esta doença... temos que acreditar que a ciência ainda vai melhorar...
Bom fim de semana!

Paula Santos disse...

Lamento a perda da tua amiga.
Bom fim de semana .
Beijinhos

carla disse...

Amiguinha,
Passei aqui para te desejar um bom fim de semana e aproveita-o ao máximo.
TEnho um medo horrivel minha querida do cancro.É um doença que me assusta muito.
Muitos beijinhos doces e com muito carinho,
Carla

Aninhas disse...

Esse é mesmo o lema a seguir! E ser feliz enquanto cá estamos...

Beijinhos bom fim de semana!

Princesa disse...

é 1 triste verdade :(
os meus sentimenos lindinha.
beijocas fofas.

neusa disse...

Tens toda a razao.....
:(
Beijokas e um bom domingo.

viviana disse...

é a coisa mais triste!!
jokas fofas

Patricia disse...

Eu também tive dois casos de cancro na família. Infelizmente o desfecho não foi tão positivo como o da família da Isália... mas acontece, é triste, mas acontece!