30 de março de 2009

Divagando

Hoje, a propósito de uma situação ocorrida durante o dia, certifiquei-me que dou demasiada importância a certas coisas...vivo-as tão intensamente, que inevitavelmente, acabo por sofrer com as mesmas. Há certas alturas da vida, que quando damos muito de nós próprias, acabamos por sair lesadas. Não suporto a ingratidão...
Longe de me estar a vitimizar, acabo aos 34 anos, por perceber que nem tudo merece a minha consideração e apreço.
Conscientemente, fiz uma selecção de tudo o que me incomoda, passando estas coisas/pessoas a fazer parte de um baú que não quero mais abrir.
Felizmente, tenho muita gente à minha volta que merece a minha amizade e respeito.
Uma dessas pessoas é o meu marido, o meu fiél companheiro.

9 comentários:

PauLLa disse...

Pois é linda
Tb ja tive varias desilusoes de amigas, que nao mereciam a nossa atençao e perda de tempo...

Da valor as pessoas q merecem e nao percas tempo a pensar nessas q n merecem..

bj gd miga

Nina disse...

Também eu tive que fazer como tu no decorrer deste ano difícil que tive. Pus de lado quem me não merecia, depois de muitas lágrimas, e segui em frente! Força, querida!
P.S: ainda não há mais novidades do teu tratamento?:)
bjis

Maria José disse...

Amiga és linda
um beijo muito especial
bjokas

Kitty disse...

Sim, há pessoas que não nos merecem. Mas, mesmo assim, conseguem magoar-nos...

Beijinho

Paty disse...

Ola amiga faz um tempinho que te acompanho, mas só agora resolvi postar, realmente existem pessoas que nos magoam e nos fazem sofrer, mas ainda bem que existem aquelas que estão muito perto de vc e que vc pode confiar. Não deixe que estas coisas te deixem triste.

Beijos

Maruja disse...

Querida Marta, também já passei por esse processo de consciencialização. Quando temos um coração grande, acabamos por nos dar demais e muitas das vezes a quem não nos merece e não retribue. Resultado: sofrimento a rodos! O meu médico de MTC ajudou-me nalgumas conversas que tivemos. Ele diziam-me que eu carregava o mundo às costas. E era verdade. Eu tentava resolver os meus problemas e os dos outros...e isso não pode ser!
Espero que te sintas mais leve. Eu agora sinto ;)
Bjocas

Susana Pina disse...

Oh! Martinha! Houve uma determinada altura da minha vida que tive que optar pelo mesmo, infelizmente nem todas as pessoas são como nós.
Uma beijoca aqui da tua amiga
susana

Alexia disse...

Há certas coisas na vida que não devemos dar importancia só nos desgasta e enveleze, a vida deve ser vivida intensamente com as coisas boas ... com aquelas que levaremos um dia conosco

Beijos a concordar contigo

Mamã da Rafinha disse...

Como te entendo...infelizmente:(


Um óptimo fim-de-semana!

Beijinhos cheios de carinho

Ps. O nosso FDS vai ser fora, depois coloco fotos;)