8 de agosto de 2010

As Odisseias da vida

As mudanças sociais dos últimos anos, entre as quais se encontra uma maior esperança de vida ou a integração da mulher no trabalho, propiciaram que as mulheres tenham filhos numa idade mais tardia. Mas, qual pode ser considerado o limite de idade para ser mãe?
Pois bem, hoje vi um documentário que me fascinou. Foi sobre 4 mulheres que ficaram grávidas apesar de já estarem na fase da menopausa. A Rajo Devi, indiana, é a mãe mais velha do mundo com os seus 70 anos. Amanda Blue, espanhola, com 69 anos. Um californiana, mãe de gémeas, deu à luz aos cinquenta e tal anos e no Reino Unido uma mulher que está a tentar ser mãe com 70 anos.
Que dilemas éticos surgem nestes casos? Quando se vêm implicados os direitos do não nato? Que avanços científicos possibilitam estes milagres médicos?
Houve um testemunho que realmente mexeu comigo, quer pela coragem, quer pelo carma...
A Amanda Blue foi uma mulher que sempre tomou conta de sua mãe, que viria a falecer com 80 anos...nessa altura Amanda, decidiu logo recorrer a uma clínica privada onde pudesse realizar o seu sonho de ser mãe e que havia adiado. Nenhuma clínica a aceitou em Espanha. Foi tentar a sua sorte no estrangeiro, onde teve de omitir a sua verdadeira idade (na altura com 65 anos, disse que tinha 55, idade limite de aceitação naquela clínica).
Curiosamente, engravidou e de gémeos. Teve dois meninos. No entanto, passado pouco tempo, foi-lhe diagnosticado um cancro malígno nos ovários...
Irónico, não?!...

4 comentários:

Lebasiana disse...

a vida está cheias de ironias...

beijinhos, amiga!

Susana Pina disse...

É verdade amiga. Este é um tema dificil de discussão e acho que cabe a cada um saber quais são os seus limites sem criticas ou julgamentos.
Bjs doces
Susana

NatáliaC disse...

passei para te deixar um grande bjs

Catarina Viegas disse...

Olá Martinha
Como estás?
Também vi este documentário e também fiquei fascinada.
Na minha última consulta, o Drº. Gervásio perguntou-nos porque queriamos ter filhos se provavelmente não poderiamos vê-los crescer...isto porque somos os dois fumadores.
Bem...Acho que há limites e que uma mãe de 70 anos não poderá ver o seu filho crescer. Para quê tanta insistência? Para simplesmente ver a sua barriga a crescer? Para realizar um sonho?Para depois alguém criar esse filho tão desejado?
Ser mãe é muito mais e não devemos nunca, perder a nossa racionalidade.
Beijos