29 de dezembro de 2010

Mensagem de Luz

Hoje os tempos são de desconstrução. Tudo o que me ensinaram a ter como garantido, já não o é. Ou pode já não o ser. Ou, pelo menos, deverei pô-lo em causa. Tudo o que tinha como certo pode ruir. O problema não são as coisas. O problema sou eu.
Posso tentar que as coisas fiquem certinhas, como sempre pensei que ficariam.
Posso fazer tudo para que tudo fique como está, para não ter medo, não ter receio, não ter desconforto. Posso tentar. Mas não vou conseguir.
Todas as estruturas antigas estão agora a ruir.
Tudo aquilo com que contava, posso largar. Posso deixar de contar. Ponho em causa. Ponho tudo em causa. Mesmo que me custe. Mesmo que tenha de desactivar esse controlo, ponho tudo em causa.
O que está cá hoje, pode não estar cá amanhã. Ou pode não estar cá nunca mais.
Ponho tudo em causa. Trabalho, relações, família, finanças, segurança, protecção, tudo. E se, mesmo assim, sentir que não chega, farei algo ainda mais radical.
Ponho-me em causa. Ponho-me em causa no meu trabalho. Ponho-me em causa nas relações, na família, nas finanças. Ponho-me em causa e verei um novo «EU» a surgir. Mais seguro, mais aventureiro, inclusive mais forte. Não com a força do ego, mas com a força de quem já aceitou que tudo pode mudar, que tudo pode acontecer, desde que não prescinda da energia pura e cristalina que compõe o ser de luz que sou.
A origem deste texto:
Há cerca de 2 anos, subscrevi a newsletter da Alexandra Solnado, em que, uma vez por semana +/- recebo um ensinamento/Mensagem de Luz. Este foi só mais um. Apesar de até poder parecer um texto um tanto negativo, não o é, e até se adapta à minha realidade.

9 comentários:

Cristina disse...

Então? O que se passa?
Bjoquinhas grandes

Susana Pina disse...

É de facto um ensinamento para todos nós. Dificil é colocarmos em prática quando estamos demasiado fragilizadas.
Um grande bj e que o ano de 2011 seja um ano repleto de realizações para ti também amiga.
Susana

Mary disse...

Um Bom Ano para ti...

Maruja disse...

Pois minha querida, sair da nossa "zona de conforto" e questionarmos a nossa vida é algo difícil de fazer. Mas é muito importante. Mais do quer "ir vivendo" é preciso "viver" e fazer aquilo que realmente sonhamos para nós. E às vezes basta parar um pouco para encontrarmos um novo rumo.
Feliz 2011!

O SEGREDO DOS ESCRITORES disse...

olá,gostei do seu blogger estou te seguindo me siga também?

http://osegredodosescritores.blogspot.com/

AVOGI disse...

vim cá ter através da PAT GAMITO
tb tu lutas por um filho. espero que este ano que agora começa te traga a felicidade de ter um nos braços
kis .=(

Pat Gamito disse...

És tu Marta??
Posso roubar o texto??? É fabuloso...
Bjs
Pat

Susana Pina disse...

Alôôô!!! Um postito de 2011 please??????

Bjs docesssss

Sem Desistir disse...

Sim Pat, claro que podes "roubar":))

beijinhos